Ajude compartilhando!

O medo nos assola, oprime, muitas vezes, não nos deixa levantar e nos desenvolver, faz a nossa estima ser lançada ao chão. É o medo que nos provoca a timidez, que nos faz perder oportunidades santas, enfim, que nos judia. Se o medo tem sido a sua companhia mas você quer começar a deixar isso para trás, primeiro diga para si mesmo:

Eu renuncio a todo e qualquer medo que venha a me atrapalhar!

Saiba que, se você está com Deus, nenhum mal pode te alcançar! Se você estiver com as sementes da oração, você pode tranquilamente renunciar ao medo. Porque quando Deus está conosco, a nossa segurança também aumenta e esse é o fruto abençoado da oração.

Em um local onde o medo ocupa a sua mente, o seu coração, deixa ali entrar a Luz de Deus. Não adianta tirar de um terreno a erva daninha e não fazer ali um plantio digno. A erva daninha vai retornar. Mas quando você tira a erva daninha e coloca ali boas sementes, as ervas daninhas não tem força para tomar novamente o mesmo espaço.

É muito importante incluir a oração nos seus dias

Tenha disciplina na oração. A oração necessita de disciplina. E nessa disciplina da oração nós crescemos em confiança com o Nosso Criador. Porque a oração nos leva à certeza da presença de Deus e, assim, sentimos a presença de Dele. E onde Deus está, não há espaço para o medo, para nada que seja negativo porque Ele é o Todo Positivo, Todo Abençoado, a sede de todo monopólio do bem no universo. Precisamos trabalhar o processo do autoconvencimento interior que nos leva a uma transformação e uma melhora da nossa semeadura.

Então, quando o medo bater em sua porta, lembra-te que o Senhor diz na sua Palavra: “Ninguém lançará mão de ti para te fazer mal”. E também nos diz a Palavra: “Nenhum mal há de chegar perto de ti. Nenhuma desgraça baterá a tua porta, pois o Senhor deu uma ordem aos seus anjos para que em todos os caminhos te guardem.” É a Palavra do Senhor. É a Palavra do que Ele quer fazer na nossa vida. Ele quer estar conosco e cuidar de nós de uma forma mais próxima. E lembra o que nos fala o salmo 90:

“Ao invocar-me, diz o Senhor, Eu o ouvirei e o atenderei porque conhece o Meu Nome”. E só conhece o Nome do Senhor aquele que tem disciplina na oração. O Nome do Senhor não para ser dito pela boca mas sim, pronunciado pelo coração. E Deus escuta a nossa evocação quando ela é proclamada pelo nosso coração. E a proclamação pelo coração só acontece se houver a vontade e a disciplina na oração.

Vamos lembrar disso: Deus habita em nosso íntimo e ter consciência disso nos dá uma força poderosíssima para atuar nesse mundo. E você tem capacidade de despertar essa força dentro do seu coração. Você foi criado para ser portador desse poder no seu coração e no seu espírito. Você tem tudo que é necessário para que esse poder que Deus quer nos dar assente dentro de você para que tenha domínio da sua própria vida.

Trabalha isso dentro do seu coração, na sua vida e nos seus dias. Renuncia ao medo. Tem pessoas tão convencidas do medo que nem veem a possibilidade de não ter medo. Tem pessoas tão acostumadas a sentir medo que ela não sabe que pode ter uma vida sem a presença desse medo que lhe oprime, lhe destrói e lhe judia. Esse medo pode ser substituído pela oração e confiança em Deus. Vamos pedir ao Pai que nos dê força e confiança. Nós temos condição de crescer na nossa intimidade com Deus. Crescer no nosso amor, no nosso entendimento e na nossa relação com o nosso Pai Criador.

Ajude compartilhando!