Ajude compartilhando!

Todos nós, seja um jovem, adulto, idoso, pai, mãe, avô, ateu, religioso, desde o mais letrado até aquele que não conhece as letras, qualquer pessoa em cima dessa terra busca a mesma coisa que é paz. A paz é a busca final do homem. Buscamos a paz emocional, a paz interior, a paz espiritual, a paz financeira, a paz familiar, a paz social, nós buscamos paz. Buscamos uma paz mais refinada, uma paz mais metafísica e pessoal. A nossa busca, a nossa vontade e o nosso idílio é viver em paz com as pessoas que convivemos seja no trabalho ou dentro de casa.

O melhor presente que podemos compartilhar é a paz. Aprender e entender sobre isso é muito importante para cada um de nós. Compartilhar um conhecimento sobre paz é o mesmo que você ter uma vela acesa e acender as outras velas. Quando uma vela passa o fogo para outra vela que ilumina também, a vela que passou o fogo não perde a sua luz, muito pelo contrário, vai aumentando a luz no ambiente. O Cristo veio para nos passar a chama da paz.

É uma paz maior, fora do mundo e dentro de nós

Quero me ater muito a essa parte do Evangelho de João 14, 27:

“A paz vos deixo, minha paz vos dou; eu não vos dou como dá o mundo. Não se turbe vosso coração e nem tenhais medo.”

O Cristo nos pergunta nesse versículo: você sabe o que a minha paz é capaz de fazer na tua vida? A minha paz é capaz de lhe tirar o medo e a perturbação no vosso coração. Já imaginou um mundo sem medo? A sua vida sem medo? Nós temos vários medos na nossa vida. Não se esqueça de que a própria ansiedade tem uma relação profunda com o medo. Mas existe uma cura para a nossa preocupação, ansiedade, medo, angústia, falta de passos, há uma cura e essa cura é um presente que nós já recebemos que a paz do Cristo. Vamos entender melhor sobre paz interior. É o que mais desejo para você, é o que mais desejo para as pessoas que estão com você, para as pessoas com quem você tem que trabalhar: paz interior.

O melhor presente que podemos almejar, receber e ter é paz. Vamos abrir a nossa vida e o nosso coração para ter, sentir e viver a paz que o Cristo nos deu.

O Evangelho tem que caber na nossa vida. Ali se fala exatamente como a nossa vida dá certo. Ali não são apenas regras, leis. Não! O Evangelho é uma receita de uma vida verdadeira e feliz. Ali nos ensina como a nossa vida pode ser satisfatória, como ter paz interior. Como a nossa busca é a paz. E essa paz o Cristo nos dá de uma forma interior.

Como alcançar a paz interior?

Não é querer que os outros te dêem paz. As pessoas não tem o dever de te dar paz. Você tem o direito de ter paz, é diferente. E a tua paz poder anular o tormento das outras pessoas porque uma pessoa atormentada atormenta os outros também e tira a paz das pessoas em volta. Então, como fazer para que você tenha paz e para que as pessoas não tirem a tua paz? Esse é o nosso desafio. Isso só acontece quando instauramos dentro de nós algo chamado paz interior.

Essa paz interior vai gerar paz em todos os campos da nossa vida. É a partir dessa paz interior que é a paz que o Cristo nos dá é que vai gerar paz e podemos entender paz como equilíbrio seja na nossa saúde física, emocional, espiritual, relacionamentos, prosperidade, seja em todos os campos da nossa vida.

Primeiramente, somos muito atormentados pelos nossos pensamentos. Mas os nossos pensamentos também são muito incentivados pelos nossos estados emocionais. Então, o segredo para a nossa saúde mental, espiritual, interior reside em várias atitudes mas uma das mais importantes é:
Não lamentar o passado – porque o lamento do passado nos traz dor no presente. Essa dor que invocamos do passado nos tira a possibilidade de paz no agora.

não se preocupar com o futuro tão excessivamente – aqui estaremos trabalhando em não antecipar os problemas.

Se nós lamentamos o passado tirando a paz do presente e se nós nos preocupamos profundamente com o futuro antecipando os problemas, deixamos de viver conscientemente o agora. Então, a paz só existe onde há o estado consciente.

Você é aquilo que você escolhe ser hoje e não o que você escolheu ser ontem. Se eu ficar com a minha escolha do passado, talvez a minha escolha do passado já não se encaixe mais no meu presente. Então, tenho que revigorar o presente. Cada dia vai invocar o seu estado pessoal e consciente. A partir daí, você vai entendendo que não somos algo que nós escolhemos há 10, 20 anos atrás.

“- Ah, eu era uma pessoa impaciente”

Tudo bem, você foi. Mas não precisa mais ser uma pessoa impaciente. Se você quiser, você pode ser diferente. O estado de paz interior só nasce quando fazemos aquilo que foi diferente da nossa ação anterior. Se ainda não nasceu esse estado é porque escolhas erradas fizemos no passado. Se fizermos as escolhas certas, esse estado de paz será nossa herança.

Sintonia com a paz do Cristo

Para receber essa paz, temos que entender algumas coisas da nossa própria vida.

Precisamos entender que a paz é algo puro que vem do céu. E essa paz de forma pura tem que encontrar um espaço dentro de nós para que ela possa assim estar. Existem alguns elementos da nossa vida que não permitem com que essa paz possa se assentar na nossa existência. Um dos pontos a se observar é que:

– o ódio nao acaba pelo ódio mas sim, pelo amor e pelo perdão. O rancor e a mágoa não acabam pelo rancor e pela mágoa mas sim através do perdão.

Cada sentimento que carregamos tem um espaço dentro de nós e ele vibra uma energia. E, muitas vezes, as energias dos nossos sentimentos é que não permitem com que haja a sintonia perfeita dessa paz do Cristo.

Há uma frase patriarcal muito importante para nós que fala o seguinte:

“A paz nunca nasce antes da tolerância”.

Como é importante ter tolerância para que você possa gerar paz. Como é importante, muitas vezes, você ter o olhar mais pacífico. Como é importante você enxergar mais ação positiva nas coisas. A paz é atraída pela tolerância. E esse fato de buscarmos a paz é uma transformação. Veja:

O que você carrega na tua vida que sempre te fez mal mas você não precisa mais carregar? Começa por aí. A paz interior começa por uma transformação. Outra coisa muito importante: a tua paz também será pela tua obra. A tua paz também será pelo teu trabalho. A tua paz também será pelas tuas atitudes. A tua paz também será por aquilo que você pode renunciar. Tudo isso pode gerar paz dentro de você.

É difícil haver paz onde o espaço está ocupado pelo ódio, pela mágoa, pelo julgamento, pela auto-piedade, etc. Por isso, se você quiser realmente receber essa visita da paz do Cristo, limpa a tua casa. Não a casa onde habita mas limpa a tua casa do espírito. Limpa o templo interior para que haja então espaço para que a paz possa ali habitar. Essa paz é aquilo que, muitas vezes, buscamos a vida toda mas não sabíamos que era isso. Essa é a paz do Cristo e que pode fazer diferença no ano que chega. Essa é a paz que pode fazer a diferença nos nossos dias, que vai nos dar luz para caminhar e tranquilidade para viver.

Que a paz do Cristo esteja contigo. Que a paz do Cristo esteja na tua vida, esteja nos teus dias, na tua família, no teu trabalho, em todos os setores da tua vida. Que a paz do Cristo esteja contigo agora.

Ajude compartilhando!